Adaptação de escolas à quarentena durante a pandemia de coronavírus, deu-se de formas bastante variadas no Brasil, mas ocorreram. Algumas experiências estão dando muito certo, outras nem tanto, mas o fato é que a Covid-19 obrigou os sistemas de ensino público e privado a saírem do usual presencial para migrarem para o virtual.

Muitos estabelecimentos de ensino já utilizavam plataformas de compartilhamento de material e produção de atividades entre alunos e professores, mas as aulas online, especificamente, não estavam introduzidas ao sistema de ensino, com exceção dos cursos em formato EAD, que não é o mesmo das aulas online.

Professores, gestores, coordenadores de escolas precisaram “mudar a chave” de forma de atuação e produção de conteúdo para suas aulas muito rápida e de maneira “obrigatória”, fato que não foi e não está sendo fácil para muitos, que não estavam acostumados ao uso das tecnologias da informação e comunicação no dia a dia da educação.

Assim, as mudanças estão ocorrendo ao mesmo tempo em que são aplicadas.

Mas o que isso significa em termos de avanço para a educação? Como essas alterações irão impactar o futuro da educação?

Confira os detalhes na entrevista que a jornalista e educadora Sandhra Cabral deu ao programa Alesp Conecta, da TV Alesp, e que foi ao ar no dia 18 de Maio de 2020.

https://www.youtube.com/watch?v=xi1GVNPGB2g&feature=youtu.be

 


Os boletins do Educar para Ser Grande vão ao ar em três edições diárias, de segunda a sexta, nas rádios Difusora AM 570 e na 99 FM, no Vale do Paraíba!

Quer saber mais sobre educação?

Contate-nos: sandhra@educarparasergrande.com.br

Deixe um Comentário