Anualmente milhares de estudantes se inscrevem no vestibular com objetivo de ingressar no ensino superior. O ENEM, criado pelo MEC em 1998, tem como principal proposta a avaliação do ensino médio nacional. Em 2009 recebeu uma função a mais: servir de porta de entrada para milhares de estudantes no ensino superior através do SISU.

Em 2017, por exemplo, o ENEM recebeu pouco mais de oito milhões e meio de vestibulandos. O processo que é baseado na exclusão por notas divide a opinião de especialistas, mas o Brasil não é o único a adotar. Comparamos com a Argentina, China e os Estados Unidos.

 

Argentina

O país vizinho adotou o chamado “Ciclo Básico Comum”, um equivalente ao cursinho brasileiro, para nivelar todos os alunos antes da entrada no ensino superior, mas na Argentina, esse ciclo já equivale ao primeiro ano da faculdade. Sem concorrência, nem cotas, caso o estudante não passe em alguma matéria, ele ficará de dependência (DP) – similar ao Brasil.

As provas são realizadas em junho para quem deseja ingressar em agosto daquele mesmo ano, ou em outubro para entrar em março do ano seguinte.

 

Estados Unidos

Chamado de “application”, depende muito mais do seu histórico escolar e atividades extracurriculares do que processos seletivos como SAT e ACT.

Além das boas notas ao longo do segundo grau, durante as aplicações é necessário que o aluno se conheça muito bem, pois é questionado sobre seus os sonhos, expectativas e pretensão de colaboração para a sociedade. Os alunos tendem a se preparar um ano antes de iniciar as inscrições.

Com cerca de quatro mil universidades, se destacam a Ivy League – composta pelas oito universidades americanas de maior prestígio, entre elas estão Harvard, Yale, Columbia e Princeton.

Carta de Recomendação

A Carta de Recomendação é um dos requisitos básicos para ingressar em uma universidade americana. Ela é fornecida ao estudante por um diretor ou professor da escola onde fez o segundo grau, apontando suas qualidades, desempenho ao longo dos anos de estudo até então, e traz relatos de pró-atividade e curiosidade sobre o estudante.

Redação

A redação ou personal statement é um texto elaborado pelo aspirante em que ele deve falar sobre si, seus feitos e que revelem um outro lado do aluno, mais pessoal.

Atividade Extracurricular

O candidato deve contar se pratica esporte, realiza algum trabalho voluntário ou se tem talento com instrumentos musicais. Vale qualquer atividade, portanto que tenha alguma importância para o estudante.

Entrevistas

As principais universidades costumam entrevistar os candidatos. As entrevistas podem ser feitas tanto online como  presencialmente. O objetivo da conversa é tirar algumas dúvidas e conhecer mais o aluno durante o bate papo.

 

China

O Gaokao intimida não apenas pelo seu nome, mas pela concorrência e dificuldade. Cerca de nove milhões de chineses prestam anualmente o vestibular do país asiático. Para fins de comparação, o SAT americano recebe pouco menos de dois milhões de pessoas, e o ENEM, cerca de oito milhões.

Lançado em 1997, o modelo mudou a educação da China. Deng Xiaoping, expulso por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural e que posteriormente se tornou vice-primeiro-ministro em 1977, decidiu tornar a educação sua prioridade. Em agosto daquele ano, ele convocou uma reunião para discutir a possibilidade de trazer de volta o vestibular – extinto em 1965. Muitos especialistas em educação foram favoráveis à ideia, mas outros não estavam confiantes.

O principal empecilho era que o presidente Mao, durante seu governo – que acabara no ano anterior, 1976 -, havia realizado a Revolução Cultural, iniciada em 1966, que fechou universidades e levou estudantes ao campo para trabalharem na zona rural.

O processo seletivo do Gaokao ocorre entre junho e julho de cada ano. A preparação é intensa. Para dois dias de prova, os estudos duram um ano inteiro com uma rotina cansativa, em geral,  das sete da manhã às nove da noite.

O exame conta com questões objetivas e dissertativas de Mandarim, Matemática, Inglês e outras ciências.

Durante os dois dias, toda organização da cidade é alterada para não atrapalhar os estudantes em prova. Os carros são proibidos de buzinar e até táxis exclusivos são disponibilizados para levar e buscar os vestibulandos ao local de aplicação.


Os boletins do Educar para Ser Grande vão ao ar em três edições diárias, de segunda a sexta, nas rádios Difusora AM 570 e na 99 FM, no Vale do Paraíba!

Quer saber mais sobre educação?

Contate-nos: sandhra@educarparasergrande.com.br

Deixe um Comentário