O acesso à rede mundial de computadores não é tão simples a todos como muitos fantasiosamente pensam: 3 milhões 954 mil 805 (77,6%) estudantes que se inscreveram para a edição do ano passado do Enem disseram não ter acesso à Internet e outros 2 milhões 345 mil 467 (46%) declararam não ter computador.

O dado do levantamento feito pelo Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira leva em conta informações fornecidas por 5 milhões 95 mil 270 candidatos inscritos na edicão do Exame Nacional do Ensino Médio de 2019.

Com a suspensão das atividades presenciais por causa da quarentena provocada pela pandemia de Covid-19, e a adoção de aulas online, milhares de candidatos ao Enem 2020 poderão ter dificuldades para acompanhar as aulas remotas, se a tendência da edição anterior se repetir entre os inscritos deste ano.

Os dados do Inep, referentes à prova do ano passado leva em consideração as informações dos participantes diante de formulário preenchido por eles. Os números do ano passado foram publicados no último dia 26 de junho.

Dificuldades de acesso à Internet

Ainda de acordo com o levantamento do Inep, quatro em cada dez concorrentes garantiram ter apenas um computador em casa. Por isso, o acesso foi maior em smartphones, sendo que somente 2% dos candidatos revelaram não possuir o aparelho.

Em alguns estados, o programa escolar passou a ser transmitido pela TV em canais educativos. Dos candidatos de 2019, 5% informaram não ter uma televisão em casa.

Os dados, infelizmente, apontam para possível aprofundamento da diferença social entre estudantes socialmente e economicamente melhor posicionados e estudantes que estão nas camadas economicamente mais desfavorecidas da sociedade brasileira.

Lembrando que a nota do Enem serve para que o estudante concorra a vagas em universidades públicas pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada). O Sisu abre suas inscrições duas vezes por ano, no começo do ano e no fim do primeiro semestre, para que alunos que tenham feito o Enem no ano anterior possam tentar uma vaga na graduação.


Os boletins do Educar para Ser Grande vão ao ar em três edições diárias, de segunda a sexta, nas rádios Difusora AM 570 e na 99 FM, no Vale do Paraíba!

Quer saber mais sobre educação?

Contate-nos: sandhra@educarparasergrande.com.br

Deixe um Comentário